Não é por acaso que as palavras da dona Ana Arcanja caem como luvas com tudo aquilo que vivenciamos no nosso dia a dia frente à picaretagem exercida no nosso campo profissional mascaradas com traduções baratas a “La Tio Sam”.   Esse depoimento que transborda um patriotismo inigualável é de nos encher de ânimo para continuar a lutar por um país mais justo, mais honesto e de persistir com muita garra a trilhar um caminho que, por conseqüência irá cutucar os calos daqueles que acham que aqui é a terra da gambiarra e da malandragem.