Por Rodrigo Grossini

“o rock, doença danada que, através do envelhecer, só faz piorar” L.V.N Gomes

Talvez a música começe a frequentar mais as páginas do nosso blog. E por qual motivo? Há aqui algum mortal que não reconheça a imagem abaixo como sendo uma imagem ligada à musica? Muitas capas de albuns ficam marcadas na memória coletiva. Esta imagem do Dark Side of the Moon por exemplo, já passou de uma simples ilustração à categoria de símbolo faz um bocado de tempo.

Hoje porém ainda não começaremos nenhuma análise detalhada destes ícones da cultura material que acima de tudo  foram desenhados como produtos de comunicação (alguns de maneira mais formal, outros de forma ilustrativa, mas sempre com algo a comunicar). Alguém discorda?

Queremos mesmo é deixar registrado aqui os textos da série “Roquenrol-me” do nosso amigo e colaborador Luiz Vidal Negreiros Gomes.

Aqui estão os três textos: Roquenrol-me hoje, agora e sempre!!! 2003, Roquenrol-me hoje, agora e sempre!!! 2008, Roquenrol-me hoje, agora e sempre!!! 2010

Acompanhem um trecho do último texto escrito, recentemente, quando da presença do Paul McCartney em Porto Alegre.

Fique certo Sir Paul McCartney que aqui, lá e acolá, todos te adoram, por teres nos dado esse som que mexe as essências da nossa existência, tornando-nos mais leves e capazes de dizer “alô” à vida e “adeus” àqueles que já se foram, mas que, certamente, muitas saudades deixaram. Sairemos de teu espetáculo com a sensação de que tudo está melhorando, que não voltaremos a carregar, em estradas solitárias, o fardo da discórdia humana, pois o canto que nos ensinaste ecoará do sul do novo continente para toda América, como um hino fortalecedor de que poderemos por as coisas para funcionar, soluciona-las de modo simples, mas efetivo, tal como tua música. Amem!

Bons Desenhos!